O Projecto “portas para a vida”, é implementado pela Caritas de Angola desde Outubro de 2013, nas dioceses de Menongue e Saurimo, e desenvolve um leque de actividades, que tem contribuído no alcance do seu objetivo fundamental. O mesmo é financiado pela CRS ( Catholic Reliet Services).
O Projecto tem como objectivo tornar a Igreja Católica em Angola líder na resposta ao fenómeno do VIH e SIDA, com intervenções que mobilizem a sua base e lideranças em solidariedade com as pessoas infectada e afectadas pelo VIH e SIDA. A suna missão é Defender, Resgatar e Promover a vida humana, trabalhando com as comunidades desfavorecidas, isoladas e empobrecidas, visando o pleno exercício da justiça, solidariedade e cidadania, rumo a uma vida digna e em abundancia para todos (jo,10).
O Porta para Vida tem ainda como valores: Amor a Deus e ao Próximo; Respeito pela vida e dignidade humana; Caridade cristã e espirito de solidariedade e Justiça social.
Resultados: Criada uma rede social de combate ao VIH que realiza accões de sensibilização e coordenação a nível provincial e Nacional junto das estruturas da Igreja Católica e outras em prol de uma melhoria a assistência as pessoas infectadas e afectadas pelo VIH. Líderes religiosos (padres e madres) e dos movimentos diocesanos actuam para a redução do estigma e descriminação aos seropositivos junto das comunidades e fies, apelando o amor e a solidariedade.
As Unidades Sanitárias da Igreja Católica servem de referência no acesso a informação e contribuem para a melhoria da qualidade de vida das pessoas vivendo como VIH e SIDA.
O Projecto teve início em Outubro de 2013 e terminará Outubro de 2015.
Durante este ano foram realizadas vários trabalhos, dentre elas Acção de formação realizada em Março de 2014 na cidade de Saurimo, as sessões ocorreram na antiga igreja do Seminário e na sala de formação hospital geral que contou com a participação de 14 líderes dos vários movimentos apostólicos, com o objectivo de potenciar os líderes formadores de formadores nas temáticas do VIH-SIDA e criação de um núcleo de ação para a sensibilização da prevenção do VIH.
Ao longo da formação foram abordados aspetos ligados a transmissão e prevenção do VIH, testagem voluntária, transmissão vertical e terapia antirretroviral, visão da igreja sobre os métodos de prevenção, fatores que influenciam o estigma e descriminação na província, medidas para minimizar e o papel do facilitador na prevenção do VIH.
Os temas foram facilitados pela Coordenadora do projeto, Ana dos Santos, o responsável do CATV do Hospital Provincial de Saurimo Sr. Paulo Messena e o Dr. Nsiatoto Rubano médico especialista que tem vindo a acompanhar as pessoas infetadas com o VIH e SIDA.

Share This