O PROGRAMA DE DESENVOLVIMENTO RURAL E AGRICULTURA SUSTENTÁVEL – PDRAS implementado pela CARITAS ARQUIDIOCESANA DE MALANJE promove nas comunidades de intervenção o projecto de produção de sabão artesanal através da criação, capacitação e distribuição de matéria-prima a grupos de mulheres locais organizadas.
A promoção desta actividade nas 7 comunidades  de intervenção (Mipolo, Quissua Sector e Nhangue, pertencentes a Comuna de Mufuma, e Quimbalambanje, Mufuma Cambunze, Makala e Njungo ya kuca pertencente a Comuna Sede) no município de Kiwaba Nzoji que dista a 90 Km da Capital da Província, surge da dificuldade sentida e partilhada pelas famílias com o Programa na obtenção do sabão devido ao elevado preço que o mesmo era comercializado pelos poucos comerciantes locais e pelas trocas de bombó pelo sabão com as comerciantes ambulantes que chegavam as comunidades, ditando todo o processo da troca, o que deixava as famílias refém das mesmas e sem capacidade de negociação devido a necessidade básica do produto.
Actualmente, existem 70 mulheres que foram capacitadas em técnicas de producão de sabão, gestão de pequenos negócios rurais e contabilidade básica, que produzem o sabão para o consumo local (comunidades de intervenção e vizinhas) através de um sistema de permuta (bombó pelo sabão) muito mais justo para as famílias que sentem-se satisfeitas pela qualidade e facilidade de obtenção do produto localmente.   
Os grupos estão a produzir e comercializar 216 barras de sabão mensalmente.
O maior desafio para os grupos de mulheres e o PDRAS é a aquisição da soda cáustica, que no mercado local é comercializada a preços elevados, recorrendo a outros mercados e continuar a aperfeiçoar o sabão, com o fim de melhorar a sua qualidade (aroma, consistência e cor), aumentar o nível de produção através de um sistema de produção mecanizada e começar com o processo de empacotamento ou embalagem.
As iniciativas de geração de renda locais, como é o caso da produção de sabão artesanal, contribuiu significativamente para a auto afirmação das mulheres por um lado, melhorar a higiene familiar, e por outro contribuiu no aumento da renda fundamentalmente neste contexto de COVID-19, em que o sabão é um produto procurado.
Share This