A Caritas de Angola promoveu na semana de 8 a 15 de Março do ano em curso, em todas as dioceses e paróquias de Angola a Semana Nacional de Solidariedade (SNS). Sob o lema “Se não tiver caridade nada sou” pretendo-se resgatar o valor da solidariedade em prol dos mais pobres.

A SNS teve o seu inicio no segundo domingo da Quaresma e terminou no terceiro domingo da Quaresma, relembrando o maior acto de amor de Deus para com a humanidade: o sacrifício do seu filho Jesus por todos nós. Este é o alicerce da fé cristã e da solidariedade que nos deve sensibilizar para os clamores do próximo e construir uma solidariedade que ambiciona o bem comum.

O Apóstolo Paulo apresenta-nos o trilho da solidariedade: “Fazei-vos servos uns dos outros, pelo amor”. Ao trilharmos esta visão fazemo-nos servos, em especial, dos mais necessitados. Ao semearmos a solidariedade solidificamos o tecido fracturado da sociedade e incentivamos a prática permanente da generosidade e compaixão para com o próximo. É este exercício contínuo de solidariedade que permite mitigar os descompassos da desigualdade e injustiça social que grassam na sociedade angolana.

A SNS destaca a história de vida da Madre Teresa de Calcutá e Dom Romero como exemplos de uma vida de solidariedade para com os que mais precisam. Para o mártir salvadorenho Dom Romero: “A Missão da Igreja é identificar-se com os pobres. Assim a Igreja encontra a sua salvação.” E a igreja, com especial destaque para as mulheres se fizeram presente na abertura da SNS no Santuário da Muxima – Arquidiocese de Luanda. Neste dia que marca também o Dia Internacional da Mulher os Bispos da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé consideraram urgente e prioritário reconhecer o papel da mulher nas dinâmicas sociais. Para estes há a obrigatoriedade moral de combater as maleitas que afectam a dignidade da mulher e retribuir a abundante entrega das mesmas nas famílias e comunidades. Esta é a solidariedade descrita pela Santa Teresa de Calcutá na sua citação: “Não usemos bombas nem armas para conquistar o mundo. Usemos o amor e a compaixão. A paz começa com um sorriso.”

Share This