Por ocasião do XXXIV, conselho geral da Caritas de Angola realizado nos dia 11 e 13 de Fevereiro de 2014, e da tomada de posse do Sr. Eusébio Amarante Guengo, na qualidade de Director Geral da Caritas de Angola, Dom Tirso Blanco, na presença do Dom Novatus Rugambwa, Núncio Apostólico em Angola, Dom Gabriel Mbilingui, arcebispo do Lubango e presidente da CEAST, Dom Jesus Tirso Blanco, Bispo do Lwena e presidente da Caritas de Angola assim como o Reverendo Pe. Pierre Cibambo Assistente Eclesiástico da Caritas Internacional, os directores e técnicos das Caritas Arqui/Diocesanas e vários convidados de entre os quais, representantes dos Ministérios da saúde e Reinserção social, representante da Sonangol, da UTCH, da Administração Municipal do Prenda, do ISUP, parceiros (CRS, OXFAM, Rede Esperança), amigos e familiares.
Dirigindo-se ao novo Director Geral o presidente da Caritas de Angola referiu:
“A CARITAS precisa de coragem.
A tua história pessoal é uma lição de coragem. CS Lewis: “A cobardia é o único vício despido de sedução, horrível de imaginar, horrível de sentir, horrível de lembrar”, não se aplica a ti, claro.
Timoty Radcliffe, que cita os autores que menciono a seguir, escreveu que o medo dissolve a sociedade e destrói a cidadania.
S. Catarina de Sena: Só têm medo os que pensam que estão sós. Mas não estás só, a função que assumes é uma missão que Alguém te confia. Para Santo Tomás a coragem é a resistência, aguentar-se pacientemente nas dificuldades. A paciência consiste em não deixar que a adversidade esmague a alegria.
Combinemos que não vão faltar as dificuldades, as oposições de todo o tipo, mas como não estás só, tem coragem!
E para todos os membros desta assembleia, queria terminar com uma história de Charles Péguy que narra o seguinte: alguém morre e vai ao céu. Chegando lá, o anjo pede-lhe: “Mostra-me as tuas feridas” O defunto respondeu: “Feridas? Não tenho nenhuma”. E o anjo finaliza: “Nunca pensaste poder haver alguma coisa que valesse a pena lutar por ela?”
Portanto, não basta ter a vontade de fazer o bem, mas também a capacidade de suportar o mal, a oposição.
Boa assembleia do Conselho!

Share This