CRS Catholic Reliefe Service– aderiu a campanha de solidariedade às vítimas da seca no Sul de Angola, entregando a Caritas de Angola bens alimentares não perecíveis, equivalente a USD 120.000,00 (cento e vinte mil dólares norte americanos) para serem distribuídos a 2.000 famílias em piores condições de vida, nas províncias de Cunene (nos Municípios de Kwahama e Namucunde); no Namibe (no Município de Camucuio) e na Província da Huila (no Município de Quilengues). na  razão de  666 famílias por município, numa distribuição única; receberão: óleo alimentar, sal, arroz, feijão e fuba de milho.

Desde o lançamento da Campanha, a cerca de dois meses, já foram arrecadadas cerca de 200 toneladas de bens alimentares e água e cerca de três milhões de Kwanza em todo território nacional; contribuem os cristãos, empresas públicas e privadas, associações e movimentos sociais, escolas e colégios assim como pessoas singulares.

Estima-se que cerca de dois milhões de pessoas são vítimas da estiagem que assola as províncias de Namibe, Benguela, Huila, Cunene e Kuando Kubango. Muitas destas sobrevivem, consumindo frutos silvestres como Mombolembole, Nonkhuluvende, Nombé, e Twi.

A seca, considerada cíclica, acontece de quatro em quatro anos e está ainda só no princípio, mas já “traz consequências drásticas para a população com casos  confirmados de desnutrição e subalimentação, com algumas pessoas começando a deslocar-se para outras regiões à procura de água e zonas de cultivo” segundo o Pe. Jacinto Pio Wakussanga, Pároco de Nossa Senhora de Fátima dos Gambos.

Share This