Em Abril de 2013, a situação da seca no Sul de Angola despertou a Igreja, para um diálogo com líderes comunitários da província do Cunene redundando na formação sobre intervenções de emergências / Calamidades e mitigação de desastre.
Face a critica situação acima referenciada, a OIM (international organization for migration) se solidarizou doando cerca de 35.700,00 usd para a realização do projecto de abastecimento de ÁGUA a população e sensibilizar para o SANEAMENTO do meio. A implementação foi da responsabilidade da Caritas diocesana de Ondjiva com o apoio da Direcção geral da Caritas de Angola. As correspondentes actividades decorreram entre 01 Fevereiro a 30 de Junho de 2014. Na verdade o interesse principal previa fundamentalmente a redução do impacto da seca e suas consequências entre os populares da zona.
Com uma população de cerca de 152.000 habitantes, no município de namacunde cerca de 200 famílias tem acesso a água devido o furo reabilitado na comunidade de Kafima, 40 formadores voluntários e lideres das comunidades foram capacitados em práticas de higiene e saneamento do meio, foram distribuídos 120.000 comprimidos de purificação e desinfecção de água a 400 famílias, e por fim foram distribuídos 1200 mosquiteiros para a prevenção contra a malária em 400 famílias.
A abordagem do acesso a água no Município de Namacunde-Cunene, suscitou maior atenção das autoridades locais (do governo, tradicionais e religiosas), tendo em conta a instabilidade climática associadas a pobreza, cólera e VIH e sida com grande índices de incidência na zona.

Share This