Caritas em acção é o programa que leva até aos ouvintes, o trabalho social da igreja Católica, todas as quintas-feiras na rádio ecclesia, das 11 as 12h. O tema em abordagem no dia 22 de Maio, foi “ Caritas é da Comunidade”

O Director Arquidiocesano da Caritas de Saurimo Pe. Floriberto Ngunza, deu o seu contributo falando sobre o trabalho da Caritas junto as comunidades, no ramo da saúde aos mais necessitados e sobre agricultura sustentável, solidariedade comunitária.
O coordenador do programa “ melhorar habitação rural ” da Caritas de Angola, Maurício Ganduglia, deu o seu contributo ao programa falando sobre melhoria da habitação rural, que visa a sensibilização, formação e construção com material local nas comunidades rurais.
A caridade mergulha as suas raízes no coração da Igreja; portanto temos que afirmar que não se pode conceber desvinculada da comunidade eclesial. A Caritas encontra a razão profunda da sua existência no Mandamento Novo: “Amai-vos uns aos outros como eu os amei” (Jo 13, 34). Por isso a Igreja está chamada ao serviço dos mais pobres e necessitados. Existe Caritas porque existe uma comunidade cristã.

Todo o seguidor de Jesus Cristo, ainda que não pertença à equipa Caritas, é chamado a servir os outros, especialmente os mais pobres e desprotegidos, e a sentir que a Caritas é sua. Deve saber que sem a comunidade a Cáritas não existiria, que a Caritas é da comunidade e que cada cristão faz parte da comunidade.
Algumas vezes pensa-se que a Caritas é um grupo de gente altruísta ou uma associação de livre inscrição composta por pessoas de bom coração. Temos que sair desse erro. O cristão, ao estar implicado no mandamento do amor, deve tomar consciência de que está chamado a sentir-se Caritas, sendo que isso não é um obstáculo para que a comunidade delegue nalgumas pessoas a expressão concreta do exercício da acção sociocaritativa, pois nem todos podem, nem têm por quê, exercer todos os ministérios na Igreja. Nós, que estamos na Caritas, dizemos que assim como todo o adulto baptizado sabe que é cristão, todo cristão deve saber que ele é Caritas e que a Caritas é sua, da mesma forma que são suas a doutrina e os sacramentos da Igreja.

A conclusão é clara: a Caritas é constituída pela comunidade dos baptizados em Cristo, que dá a alguns dos seus membros a missão de desenvolver a acção sociocaritativa.
Portanto, para que a comunidade dos fiéis não coxeie, tem que ser construída sobre um tripé bem estruturado. Isto é, deve anunciar que encontrou a Boa Nova e que vive nela, deve actualizar a Boa Nova nos encontros celebrativos com os irmãos e com o Senhor, e deve manifestar, com o seu serviço, que a Boa Nova chega àqueles que dela mais necessitam, àqueles que todos os dias estão cheios de ‘más novas’, porque foram excluídos.

Share This