O Director Geral da Caritas de Angola, o Sr. Eusébio Amarante incentiva às famílias e aos párocos no sul de Angola a praticarem a agricultura sustentável; na base dela a arborização, a diversificação de sementes, a produção de adubos orgânicos, a manutenção da humidade no solo, a utilização e valorização das diversas plantas medicinais locais e outros aspectos são fundamentais não apenas para assegurar a segurança alimentar mas, e fundamentalmente para contribuir na diminuição das mudanças climáticas.
“ Párocos de algumas paróquias da Arquidiocese do Lubango, deslocaram-se para às paróquias do norte do país e compraram sementes de mandioca e batata-doce (transportadas num camião de 30 toneladas cheio). Cerca de 350 famílias receberam sementes para a reprodução nas zonas ribeirinhas das bolças de água ou ao longo dos rios. A sua multiplicação há-de gerar novos hábitos para o povo da região e até influenciar a alimentação do gado”.
Realçou ainda o trabalho que a caritas realiza no acesso à água para consumo para as famílias e para o gado, nas zonas mais críticas; exemplo disso é a bomba de extracção de água instalada no pretérito mês de Junho, na missão de Okafima (Diocese de Ondjiva) actualmente beneficiado cerca de 345 famílias e cerca de 1.000 cabeças de gado.

Share This