Projecto “FORVIDA – Formação para a Vida”

Designação

FORVIDA – FORMAÇÃO PARA A VIDA

Reforço de competências de recursos humanos de saúde em Angola

Duração

  • 24 Meses (Março 2012 – Fevereiro 2014)

Sector de Intervenção

  • Saúde  (sub-sector: Saúde Materno-Infantil)

Localização

  • Províncias de Benguela, Bié, Huambo e Luanda

Objectivos

Objectivo geral

  • Diminuição da mortalidade materna e infantil na população de utentes das unidades de saúde alvo.

Objectivos específicos

  • Melhoria das competências técnicas de recursos humanos de saúde do Sistema Nacional de Saúde (subsistema da Igreja Católica) nas províncias de Luanda, Benguela, Huambo e Bié
  • Reforço da cultura de coordenação e partilha de informação e boas práticas entre os subsistemas de saúde público e da Igreja Católica em Angola
  • Promoção da Saúde Materno-infantil – sensibilização e mobilização comunitária junto das populações mais vulneráveis

Público – Alvo

Directos

  • 253 Recursos Humanos de Saúde:
    • 60 Enfermeiros
    • 60 Parteiras
    • 60 Responsáveis de Unidades de Saúde
    • 6 Membros da Comissão Episcopal para a Saúde
    • 15 Membros de Comissões Diocesanas de Saúde
    • 12 Responsáveis por Bibliotecas Azuis (ao cuidado dos centros de recursos diocesanos)
    • 20 Representantes de saúde comunitária
    • 20 Técnicos de apoio às formações

Indirectos

  • Aproximadamente 63.000 utentes de Unidades de Saúde

Actividades principais

  • Formação dos recursos humanos de saúde (60 enfermeiros, 60 parteiras e 60 responsáveis de 60 unidades de saúde identificadas nas diferentes províncias) em temáticas pertinentes para um melhor desempenho das suas funções
  • Equipamento e dinamização de Bibliotecas Azuis nas 5 Dioceses envolvidas no projecto assim como na Caritas de Angola
  • Identificação e disseminação da boas práticas e lições aprendidas junto de actores de saúde com base nos diagnósticos provinciais de saúde materno-infantil

Parceiros

  • Fundação Fé e Cooperação (FEC)

Outras entidades envolvidas

  • Escola Superior de Enfermagem São Francisco das Misericórdias (ESESFM)
  • Comissão Episcopal para a Saúde da Conferência Episcopal de Angola e São Tomé (CEAST)
  • Comissões Diocesanas da Saúde (Benguela, Bié, Huambo, Luanda e Viena)
  • Ministério da Saúde de Angola (MINSA)
  • Delegações Provinciais de Saúde (Benguela, Bié, Huambo e Luanda)
  • Organização Mundial de Saúde (OMS)

Financiadores

  • Camões – Instituto da Cooperação e da Língua I.P.
  • Alto Comissariado da Saúde do Ministério da Saúde (Portugal)
  • Fundação Calouste Gulbenkian
  • Millennium Angola
  • Caritas de Angola
  • Fundação Fé e Cooperação (FEC)
Share This